Postagem em destaque

Tratamentos apiterapia

No caso de ter algum tipo de alergia , inclusive para a asma, deve limitar os alimentos de origem animal. Comer muitas frutas e legumes, ...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A fusão da medicina complementar e medicina alopática


Desde tempos imemoriais, o homem aprendeu sobre o funcionamento do corpo humano, a plena compreensão de que a harmonia interna é equivalente a saúde perfeita. É por isso que, nos últimos anos, temos percebido como o sistema de saúde atual se aproximou dos modelos médicos das antigas culturas do Japão, Tibete e China.

Comunidades médicas estão mostrando interesse nas disciplinas que compõem os sistemas de medicina complementar. Gradualmente, ele tem criado um sistema conhecido como medicina integrativa, que é o resultado da combinação das práticas mais importantes da medicina convencional e complementar cujo objectivo fundamental é o de maximizar a qualidade dos cuidados de saúde oferecido ao paciente. 

Esta integração é, sem dúvida, transformar a medicina e dando lugar a um novo modelo médico que irá prevalecer no século XXI.

A primeira vez que formalmente reconhecido como comum foi o uso de práticas que ultrapassam os parâmetros estabelecidos pela medicina alopática foi graças aos esforços feitos em 1992 pelo Dr. David Eisenberg, MD, Beth Israel Hospital, Boston, em um artigo publicado no The New England Journal of Medicine.

Medicina complementar não é o mesmo como medicamento alternativo. A complementar, conforme definido pelo Centro Nacional para Medicina Complementar e Alternativa, afiliado ao Instituto Nacional de Saúde (NCCAM, por sua sigla em Inglês) é um conjunto diversificado de sistemas, práticas e cuidados médicos e de saúde Não actualmente considerado como parte da medicina convencional, mas é usado em conjunto com a medicina convencional. Um exemplo é o uso de remédios naturais para complementar tratamentos de câncer muitas.

É importante notar, por conseguinte, que a tendência para não é substituir tratamentos médicos convencionais, mas para criar uma aliança entre os dois modelos médicos. A popularidade da medicina complementar continua a aumentar em todo o mundo por causa da ênfase pessoas em encontrar abordagens inovadoras para a gestão da doença, além dos limites da medicina tradicional

Os especialistas em medicina complementar estão firmemente convencidos de que a incorporação de medicamentos (alopáticos e complementar) é absolutamente necessário para construir um modelo médico que atende às necessidades do século atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário